UEPG E FEBRAPDP ESTUDAM CRIAÇÃO DE MUSEU E CENTRO DE EXCELÊNCIA EM PLANTIO DIRETO
21/09/2010 - 00:00 AM
 
      A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e a Federação Brasileira de Plantio Direto na Palha (FEBRAPDP) fazem a apresentação nesta terça-feira, na Fazenda Agripastos, em Palmeira, do projeto para a criação do Museu do Plantio Direto e do Centro de Excelência em Plantio Direto na Palha, na Fazenda Escola Capão da Onça (Fescon) da UEPG. A atividade terá a presença do reitor João Carlos Gomes e do presidente da FEBRAPDP, produtor rural Herbert A. Bartz, e do presidente honorário da federação, Manoel Henrique Pereira, conhecido como Nonô Pereira, produtor rural ponta-grossense, pioneiro e incentivador do sistema de plantio direto no Brasil.
      Segundo o professor José Carlos de Moraes Sá, titular da cadeira de Plantio Direto no curso de Agronomia da UEPG e conselheiro da FEBRAPDP, a criação do Museu e do Centro de Excelência vai consolidar a UEPG como instituição difusora do sistema de plantio direto na palha que projeta a imagem da região dos Campos Gerais mundialmente. “Há 21 anos contamos com a disciplina de Plantio Direto na grade curricular do curso de Agronomia”, diz o professor, lembrando que apenas nos últimos quatro anos outras instituições incluíram a matéria em suas grades. “Entre 100 cursos de Agronomia, além da UEPG, apenas outros três têm essa disciplina”, completa.
      No encontro na Fazenda Agripastos, segundo o professor José Carlos de Moraes de Sá, o produtor Nonô Pereira já conta com um Museu do Plantio Direto, visitado por produtores, estudantes e pesquisadores de todo mundo. Para o professor, isso dá uma dimensão da importância da criação do Museu e o Centro de Excelência, para tornar-se referência internacional nesse sistema, lembrando que atualmente a UEPG já mantém convênio com o Centro de Cooperação Internacional em Pesquisa Agronômica (Será), da França, que proporciona a realização do curso internacional “Manejo de matéria orgânica: relação entre sistemas de produção e cultura de cobertura”, com a participação de pesquisadores de países da Ásia, África e Europa.
      Além do reitor João Carlos Gomes e do professor João Carlos de Moraes Sá, a UEPG será representada na apresentação na Fazenda Agripastos, pelo diretor do Setor de Ciências Agrárias e de Tecnologia, Eduardo Fávero Caíres; chefe do departamento de Ciências do Solo, professor Carlos Hugo Rocha, do coordenador do curso de Agronomia, Claudio Puríssimo; e o administrador da Fazenda Escola Capão da Onça, Marcos Vinicius Ribas Mil Léo. As atividades na Fazenda Agripastos têm início às 15 horas.
 
Voltar

© 2002 - Centro de Processamento de Dados - UEPG